Dicas

Origem e formação geológica da Amazônia

A maioria dos estudos sobre a origem da bacia Amazônica é unanime em afirmar que ela se formou a partir da deposição de detritos, oriundos de formações geológicas circunvizinhas.

Segundo esses estudos, deposição ou sedimentação já se fazia presente no período Paleozoico, há aproximadamente 450 milhões de anos atrás, quando existia um mar cercado por duas grandes ilhas, datadas do período Arqueano ou Pré-cambriano inferior, algo em torno de 2,2 bilhões de anos, que dariam origem ao escudo cristalino das guianas ao norte, e ao escudo cristalino brasileiro ao sul.

No inicio da era cenozoica, período terciário, cerca de 60 milhões de anos, devido aos movimentos das placas tectônicas houve um levantamento da crosta terrestre a oeste das ilhas que deu origem á Cordilheiras dos Andes, um dos dobramentos modernos da terra, barrando a comunicação das águas e formando o mar interior Amazônico, com um canal entre as duas ilhas Arqueanas, entulhando durante milhões de anos, com o material decomposto pela ação dos agentes erosivos nos terrenos andinos e escudos cristalinos Guiano e brasileiro.

Dai em diante, a bacia amazônica vai tomando forma, sendo cortada por diversas saídas de água (rios), como uma espécie de “efeito calha” coletando água e os sedimentos das terras mais altas e depositando nas terras mais baixas. A bacia amazônica é, portanto, uma bacia sedimentar, isto é, formada por material depositado, sedimentos entulhados.

Assim se originou de forma geral o terreno sobre o qual está assentada a Amazônia, constituída primeiramente pelos desgastados e muito antigos escudos cristalinos (Guiano brasileiro) e posteriormente pela bacia sedimentar amazônica, que se tornou a principal estrutura geológica da região.

3
4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *